04 de fevereiro de 2008, a família Reencontro Fm perde mais um irmão. 
Onofre Miranda, radialista esportivo, vítima de infarto.


Onofre Miranda Neto, filho de Raphael Miranda e Joanna Teixeira Miranda (in memorian), nasceu em São Paulo em 13 de dezembro de 1949 mas, há muito tempo, morava  em Guarulhos com sua família no bairro da Ponte Grande.

Onofre chegou a estudar para padre no seminário de Rio Claro e formou-se em técnico em contabilidade mas, seu hobby era a radiodifusão. Assim, naturalmente, tornou-se um dos mais renomados radialistas esportivo de Guarulhos e do Estado.
Há mais de 30 anos apresentava o mais antigo programa esportivo em rádio da cidade, o " Panorama Esportivo" que,  além de manter informados os amantes do esporte local, servia como escolinha para grandes feras do rádio de São Paulo e do Brasil, sendo um celeiro de revelações na radiodifusão.
Além de radialista, Onofre atuou em outras áreas no município, tendo sido vice-presidente das ligas de Futsal e de Campo de Guarulhos. Atualmente era presidente do Moleque Travesso Futebol Clube (Ponte Grande) e  conselheiro da Associação Atlética Macedo e da Associação Desportiva Guarulhos. Atuando na imprensa local, foi colunista de importantes jornais como Folha Metropolitana,   Notícias da Manhã e Panorama Esportivo.

No rádio, Onofre iniciou seu trabalho na Rádio Boa Nova de Guarulhos (1450 AM), onde marcou época. Passou também pela Rádio Metropolitana (AM 1070), Rádio Reencontro (FM 102,9), entre outras.

Outro momento que merece destaque na vida de Onofre Miranda foi quando presidiu a torcida uniformizada "Loucos da Fiel". Por ser corintiano roxo, liderou a torcida de 1993 a 1995. Inicialmente, a sede da Loucos era em sua residência, no bairro do Macedo. Depois, alugou do próprio bolso um galpão na avenida Papa Pio XII para melhor acomodar a torcida. Mas, em 1996, quando houve aquela trágica briga entre sãopaulinos e palmeirenses na Supercopa São Paulo de Futebol Juniores, no Pacaembu, onde morreram algumas pessoas, o Ministério Público proibiu as torcidas de freqüentarem os estádios e, com isso, a Loucos não teve como sobreviver.
Mas, foi o ano de 2002 que marcou a vida de Onofre Miranda. Ao mesmo tempo em que tornou-se um dos momentos mais belo de sua vida, também foi o mais dramático. Naquele ano nasceu sua netinha Yasmin Aparecida Miranda, filha de Raphael Miranda Neto, o "Rafinha" e de Renata Aparecida Pinto, motivo de  muita alegria para Onofre. Mas, por outro lado, o avô teve um sério problema na visícula, obrigando-o a passar por uma operação de urgência. Após a cirurgia, Onofre teve complicações e teve que ficar alguns meses internado na UTI do Hospital Bom Clima. Chegou a perder cerca de 30 quilos, mas lutou bravamente pela vida e conseguiu sair da cama.

Atualmente, o radialista e desportista comandava o Panorama Esportivo, aos sábados,  pela Rádio Cumbica (AM 1500), além de escrever para o seu jornal, o Sinal Livre.

No último mês de dezembro, esportistas guarulhenses celebraram os 58 anos de vida do radialista Onofre Miranda. Idealizado por Flávio (IV Centenário), Zezinho e Joãozinho (Macedo), Cabeção (Barcelona) e Pires (Estrela), o evento realizado no campo do IV Centenário que foi denominado "1º Futebol Surpresa", enalteceu e reconheceu o trabalho destes mais de 30 anos de Onofre Miranda em prol do rádio e do esporte de Guarulhos e do Estado.

VOLTAR